Blog da Afam Consultoria

  • Josi Ane Maia

Açaí e Doença de Chagas

Atualizado: Jan 24

O consumo seguro deve passar por medidas de Gestão da Segurança dos Alimentos.

O número de notificações de doença de chagas mais que dobrou nos últimos sete anos. Tal fenômeno está associada a contaminação do fruto que cada vez está sendo consumido de diversas maneiras pela população. Por isso é muito importante garantir os cuidados necessários durante a colheita do fruto, as condições sanitárias do ambiente de produção e durante o processamento aplicar tratamentos que garantam a eliminação das fezes do barbeiro, principal veículo da contaminação pelo Trypanossoma cruzi, parasita responsável pela doença.


A baixa acidez do açaí, o clima quente nas principais áreas produtivas, localizadas na região norte do país, associados ao processo artesanal na colheita e na higiene e conservação do açaí favorecem enormemente a proliferação dos barbeiros nos frutos, onde estes depositam suas fezes contaminadas que em seguida serão ingeridas pelo consumidor.

Um outro aspecto que merece atenção é a questão do congelamento. Ele não elimina o risco, com foi mostrado pela recente publicação do artigo, sobre o assunto, na revista científica Advances in Food and Nutrition Research, que demostraram que o protozoário é capaz de sobreviver na polpa da fruta tanto em temperatura ambiente, como a 4°C, temperatura média de uma geladeira, e até a -20°C, no açaí congelado.

Sendo assim para garantir a segurança no consumo do açaí, o mesmo deveria, desde sua colheita, passar por um processo de gestão da segurança de alimentos, compreendendo todas as fases de obtenção deste produto.


Alguns cuidados importantes para garantir a segurança do alimento e evitar contaminações do fruto pelo protozoário:

- Implementação da gestão de fornecedores - Aplicação do processo de branqueamento - Adoção de práticas de higiene na manipulação do açaí pelos colaboradores durante a colheita e processamento na indústria - Adoção de práticas higiênicas dos equipamentos e instalações Implementação de análises laboratoriais


Não existe qualquer motivo para evitar o consumo de açaí. A escolha de polpas processadas obedecendo a Sistemas de Gestão de Segurança dos Alimentos certificados, garante completamente a segurança do produto final e elimina por completo qualquer possibilidade de contaminação pelo parasita ou por outros perigos para a saúde.


Avaliar a embalagem e buscar por polpas que tragam no rótulo quais os certificados que garantem a sanidade deste alimento faz com que o consumo do açaí seja um prazer, além de um ótimo alimento, fonte de diversos nutrientes.


Dúvidas em relação a gestão da Segurança dos Alimentos?

Entre em contato! Estamos à disposição para ajudá-lo(a).

ATENDIMENTO

Segunda a sexta

8h às 17h

TELEFONES

+55 (11) 4220-2500

+55 (11) 4318-5852

+55 (11) 98272-8929

E-MAIL

ENDEREÇO

Alameda João Galego, 174
São Caetano do Sul – SP
CEP 09560-340

CONECTE-SE CONOSCO

  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca Ícone LinkedIn